Como usar um blog

Este é um post sobre como usar um blog.

Eu deveria usar mais este blog? Sim, devia. Criar um novo, e começar de novo? Bem, se calhar. Se calhar é mesmo isso que eu vou fazer. Tenho pena que este desapareça.. Mas well, pode ser por uma boa causa.

Vou pensar. Queria diminuir o rasto electrónico deixado para trás.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Baked Pancake with Plums

 

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Berlim Junho/Julho 2014

Eu sei. É horrível. Estou sempre a dizer que volto aqui e depois nunca volto. A pior.

Anyway, já fiquei feliz por verificar que ao menos um dos pontos da minha lista de goals de 2014 foi atingido: a viagem a Berlim.

É verdade. Aconteceu. A cidade é tão ou mais incrível do que eu já tinha sonhado.

E se fui com sonhos, também voltei com eles. Quem sabe, talvez um dia voltar para Berlim.. Viver em Berlim.  Por enquanto o melhor mesmo é aprender a falar alemão (… até parece).

imageedit_3_4547360315

 

 

 

imageedit_2_8288619823

 

 

imageedit_7_7824080549

 

 

imageedit_13_5849886812

 

 

 

 

 

imageedit_15_2953171793

 

imageedit_17_5547800820

 

imageedit_19_2291550021

 

 

 

 

 

imageedit_25_6648406244

 

imageedit_27_9939426328

 

imageedit_29_8462769269

 

imageedit_33_4533860083

 

imageedit_35_3933484323

 

imageedit_37_7967544831

 

imageedit_39_9906048934

 

imageedit_41_4114698749

 

imageedit_49_2985952410

 

imageedit_53_7759096112

 

 

 

imageedit_55_7036318521

 

imageedit_57_9546861112

 

imageedit_59_6440558698

 

imageedit_61_5328614410

 

imageedit_65_2915460146

 

imageedit_67_9388400342

 

#highonBerlin

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

O Regresso.

Desleixei-me.

Esqueci-me deste lugar nos momentos que mais precisava dele, de certeza. E agora volto.. E já estou noutro ano. É incrível. Anyway, 2014, dizem. Sei que digo sempre que é este ano que vai ser diferente, é hoje. Mas nunca é e nem vale dizem que vai ser.

 

Eu estou bem. Podia estar melhor. Mas aquilo que me falta está quase a voltar para mim outra vez.

 

Estou quase a atingir um feito inalcançável durante toda a minha vida. Estou maior. Sinto-me maior. Tenho uma pessoa que me faz bem. Que eu acredito que se preocupa. De quem eu me preocupo, de quem eu quero cuidar. Foi um ano, é um ano. Imagino mais. Não o quero perder. Sinto-me apoiada. Sinto-me segura. Sei que com ele tudo vai correr bem. 

Só espero de não perder ‘aquilo’. Não me perdoaria se acontecesse. So I’m praying for it not to.

Tenho saudades dos meus amigos. Tenho de fazer os possíveis para não me encostar e me tornar confortável com os amigos dele. São amigos dele.

Quero finalmente cantar. A sério que quero. Só que tenho tanto medo…

Quero ganhar dinheiro, quero ir a Berlim, quero juntar para ser eu.

Quero ser feliz com ele. Com os meus amigos. Voltar a vê-los. Mais vezes, as que forem possíveis.

Dar muito valor à cidade onde vivo, as pessoas que tenho a minha volta. Lisboa é linda, ninguém se deveria esquecer disso.

Aproveitar os momentos em que me sinto nas nuvens. Sei que com a idade vão diminuindo (pelo menos é o que me parece, olhando para as pessoas mais velhas).

Dar mimos ao meu gato. Muitos beijos aos meus pais.

Aprender a estar calada.

Ver mais filmes. (Pelo menos mais que o ano passado, pff)

Conduzir.

Não ser preguiçosa. Mostrar aquilo que valho. Que não é pouco, and we all know it.

Chamem-lhe desejos, metas, chamem-lhe o que quiserem. Daqui a um ano voltamos a isto e depois logo vemos.

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

August Trust

Imagem

Agora que o Verão está a acabar, posso dizer com segurança que foi dos melhores de sempre. Só assim, voltei a gostar de Agosto e a dar-lhe outra oportunidade. Fiquei mesmo feliz de ter passado o meu tempo com a pessoa que mais gosto agora. Tanto na praia, como em casa, como em roadtrips ou em casas de amigos.

Adoro que as coisas entre nós sejam easy going e bonitas. Quero que permaneçam assim. Temos simplesmente de nos adaptar a uma mudança, que é apenas muito temporária.

Gosto de Agosto outra vez e gosto de ti. (tão chato que é aturar uma teenage in love, não é :p ?) Obrigada por me aturares.

Yours ❤

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

//PLAYLIST//

1.Anjos- Quero Voltar Beach Boys- Won’t It Be Nice

Tenho mesmo de explicar? Acho que não, já é um grande clássico.

2.Bibio- A tout a l’heure

Desde que ouvi esta música em Março, que a achei super fofa. A partir dai foi uma associação mutua, lembro-te sempre de ti e do Verão cada vez.

3.Dinossaur Jr.- Watch the Corners

Esta não vais apanhar, com certeza. Mas eu explico. No dia em que voltaste das Caldas (e eu estava muito chateada ;p), tu foste tomar banho e quando voltaste eu

4.Justin Timberlake- Mirrors

5.Will. I. Am.- Scream&Shout

6.The National- About Today

7.Beyonce- Sweet Dreams

8.Rihanna- Diamonds

9.Grimes- Circumambience

10.Beach Boys- Won’t It Be Nice

11.The Magnetic Fields- Nothing Matters When We’re Dancing

12.Rick Ross- 100 Black Coffins

___________________________________________

13. Taylor Swift- I Knew You Were Trouble

14.Radiohead- Reckoner

15.Spiritualized- Shine a Light

16.LCD Soundsystem- Someone Great

17.The Weeknd- The Party and After Party

18.Boards of Canada- Reach of the Dead

19.Spiritualized- Shine a Light

20.James Blake- Take a Fall For Me

21.Os Mutantes- Baby

22. R Kelly- I Believe I can Fly

23. Daft Punk- Get Lucky

24. Britney Spears- Overprotected

25. The Beatles- I Will. My Bloody Valentine- Who Sees You

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized

Aniversário de 1 ano.

Exactamente hoje, há exactamente um ano, estava eu exactamente neste sítio, nesta exacta casa a criar este blog.

Como disse no princípio, criei-o para escrever quando me apetecesse todos os macaquinhos que tinha (ainda tenho na cabeça). Lembro-me perfeitamente da noite em que o fiz. Estava triste, muito- queria a toda a força tirar a minha cabeça de tudo e simplesmente ter um espaço para poder dizer todas as minhas frustrações, alegrias, euforias, disforias, etc.

Desde então tentei postar um bocadinho de tudo, e até esquecer-me um bocado do blog.. (mas hey, que blog é que não é esquecido?) Continuo com coisas para dizer, sem me interessar se alguém as vê ou não. Aliás, prefiro que não o façam. 

Acho que esta altura do ano é sempre complicada para mim. Apesar de ser a maior fã assumida do Verão e super feliz nele, as circunstancias levam sempre a que se passe algo a meio da estação que me dá esta necessidade de desabafar ou simplesmente let it all out.

 

Desde o ano passado, acho que cresci em imensos níveis. Já não estou tão triste por aquilo que estava antes. Tenho com que sorrir agora, felizmente. Pode soar horrível, eu dizer isto, mas sei que mereço toda a felicidade, e sorrisos, e risos, e beijos e abraços que estou a receber agora. Percalços há sempre, claro, mas são problemas criados do ar e à pressão que passados uns dias se revolvem… O problema é serem tão recorrentes.

 

Enfim.

 

Parabéns blogs, parabéns eu. 🙂

Deixe um comentário

Filed under Uncategorized